Web: pesquisa mostra desejo de comprar um barco


intermarine_0312Pesquisa online realizada com 3,2 mil internautas interessados pelo segmento de náutica pelo MercadoLivre Classificados revela que 43% pretendem comprar uma embarcação. A principal razão de se adquirir um barco é o lazer: 48% apontaram que querem fazer passeios no mar; 35%, pescar e 12,5%, praticar esportes aquáticos.

Este investimento, porém, é planejado para um período de longo prazo: 54% disseram que pretendem realizar a compra daqui a 2 ou 3 anos.

O valor planejado para o investimento é de até R$ 100 mil para a maioria (72%); enquanto 4,5% pretendem gastar até 1,5 milhão. O preço, a marca e o estado geral de conservação do barco foram apontados como os fatores mais importantes para a escolha.

Do total de respondentes da pesquisa, 9,5% já possuem um barco, sendo que 53% dos barcos comprados são usados. A maioria possui barcos com tamanhos até 20 pés (54%); a minoria, mais de 50 pés (6,3%). Os proprietários estão mais concentrados em São Paulo (38%) e Rio de Janeiro (13,5%), seguidos por Santa Catarina e Minas Gerais, com 5,7% e 5,6% respectivamente.

A grande maioria dos que já têm um barco e dos pretendentes a comprar um faz comparações de preços na Internet (96%), sendo que 95% fazem buscas já utilizando as marcas e/ou nomes dos modelos. Entre os proprietários de barcos, 9% disseram ter realizado a compra a partir de promoções na Internet – sendo que 42% desses consumidores afirmaram que encontraram os melhores preços por meio deste canal.

“A Internet oferece muitos benefícios para o consumidor que pretende pesquisar bastante antes de comprar. Os anúncios disponíveis hoje trazem uma variedade de fotos, vídeos, informações detalhadas sobre esses bens e variadas ofertas de preços. É um canal interessante para os negócios da área de náutica”, afirma Caio Ribeiro, gerente sênior do MercadoLivre Classificados.
intermarine_02
Marcas mais desejadas: A marca mais desejada pelos brasileiros é a Intermarine (fotos), com 15% dos votos. Em segundo lugar está a Ferretti, com 14%, seguida pela Schaefer, com 9,5%. Entre os fatores de decisão estão a história da marca, com 27%; o design e acabamento, com 26%; e o preço, com 19,5%.