Turistas gastam 176% mais no Lollapalooza 2015


Smashing Pumpkins no Lollapalooza 2015

Smashing Pumpkins no Lollapalooza 2015

O Brasil, sem dúvidas, vive uma forte crise institucional, com a corrupção arraigada nos três poderes e na sociedade, mas grave crise econômica, definitivamente, não parece ser o caso. Os números do Lollapallooza 2015, realizado no autódromo de Interlagos, em São Paulo, no último final de semana do mês de março, confirmam que o quadro de caos vendido por grande parcela da mídia está longe de ter tons de cinza.

468 x 60 IMU Full Banner

Levantamento realizado pelo Observatório de Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo mostra que os gastos dos turistas durante o festival subiram 176% em relação ao ano passado. É válido ressaltar que a inflação acumulada nos últimos 12 meses, ou seja, mais ou menos entre uma edição e outra do evento, é próxima de 8%.

Nesse final de semana do evento os turistas gastaram com hospedagem, alimentação e transporte R$ 93 milhões. Ano passado foram gastos de R$ 60 milhões.

Mais da metade das 136 mil pessoas presentes ao Lollapalooza Brasil 2015 era de fora da cidade de São Paulo. Com isso, alguns antes dias do festival, vários hostels estavam com reservas esgotadas. A taxa de ocupação média nesse final de semana alvo da pesquisa foi de 95,5%.

Outro dado da pesquisa que reforça que a crise econômica é “psicológica” e provocada pela lavagem cerebral imposta diuturnamente pela mídia oligárquica é o fato de que 73% dos jovens que assistiram às apresentações do festival aproveitaram para curtir a agitada noite paulistana, repleta de opções para todos os gêneros e bolsos.

Os turistas ficaram em média dois dias e meio em São Paulo e gastaram, também em média, pouco menos de R$ 1700 cada, incluindo o valor dos ingressos.

O Observatório do Turismo promete disponibilizar a íntegra da pesquisa na terça-feira, dia 31 de março, em seu site: www.observatoriodoturismo.com.br