Toyota faz recall do Prius por risco de incêndio


A Toyota do Brasil iniciou nesta quarta, dia 12, a campanha de chamamento para recall do modelo Prius. Há risco de incêndio.

Segundo a marca, a campanha abrange um total de 5.547 unidades do modelo híbrido, fabricados entre 2015 e 2018.

Prius que devem passar pelo recall:

  • Data de fabricação- 13/10/2015 a 15/05/2018
  • Código alfanumérico – JTDKB3FU*
  • Últimos 7 dígitos do chassi – 3000137 – 3602652

Em comunicado, a Toyota explica que o problema pode aparecer no chicote elétrico que está conectado à unidade de controle de potência do sistema híbrido.

De acordo com a marca, caso o chicote elétrico mantenha contato com a capa de proteção dele próprio, o atrito produzido entre ambas as peças causará o desgaste do isolamento do chicote. Com isso, há risco de curto-circuito que poderá causar incêndio no compartimento do motor do veículo.

A nota afirma que podem ocorrer “danos materiais e lesões físicas graves ou até mesmo fatais ao condutor e demais ocupantes do veículo caso o incêndio se propague”.

O que fazer

Os donos de Prius devem levar o veículo até uma concessionária da marca para instalar, no chicote elétrico, uma fita protetora mecânica resistente a atrito.

Caso o dano ao chicote seja irreparável haverá a sua substituição por um novo, já com a fita protetora.

O tempo estimado para o reparo varia entre 1h30 e 6h, a depender do reparo ou a necessidade de substituição do chicote elétrico.

De acordo com a Toyota, o atendimento começa a partir de 1 de outubro de 2018.

Os proprietários dos veículos envolvidos devem entrar em contato com a Rede de Concessionárias para agendamento ou pelo site www.toyota.com.br/web-agenda.

A relação de concessionárias autorizadas para atendimento está disponível no site www.toyota.com.br.