Salão Duas Rodas: muitos lançamentos e diversão


Estivemos na abertura do Salão Duas Rodas 2015, no pavilhão de eventos do Anhembi, em São Paulo. Com 64 horas de entretenimento, 268.794 mil visitantes, presença de 12 mil profissionais do setor em um dia exclusivo para negócios, 58 apresentações e shows, mais de 400 marcas e 500 modelos de motocicletas expostas, sendo 40 lançamentos.

Esse foi o balanço da 13ª edição do Salão Duas Rodas, maior evento do setor da América Latina e um dos maiores do mundo, que aconteceu de 7 a 12 de outubro, no Anhembi, em São Paulo. Mais uma vez, o evento – organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado – mostrou as novidades e tendências do mercado de duas rodas e foi um polo gerador de negócios, além de um espaço de entretenimento.

Para João Paulo Picolo, diretor do Salão, as expectativas para esta edição foram superadas. “Tivemos um feedback muito positivo do público presente e dos expositores. Os visitantes puderam conhecer as novidades das principais marcas de duas rodas do Brasil e do mundo, além de se divertir com todas as atrações que trouxemos este ano, como o Duas Rodas Experience; o grupo Força e Ação, de manobras radicais sobre duas rodas; os testes rides da Honda e Yamaha; o Led’s Tattoo, que pela primeira vez esteve no evento; o Triumph Wheelie Machine, com desafio para empinar uma moto, Jorge Negretti e equipe em shows de acrobacias, e muito mais. Fora que as marcas expositoras ficaram satisfeitas com o público e com os contatos feitos”, declara Picolo.

Para Marcos Fermanian, presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o evento teve um saldo positivo. “A 13ª edição do Salão Duas Rodas reforçou ainda mais o comprometimento das fabricantes com o mercado nacional. Foram cerca de 40 lançamentos e atualizações apresentadas durante o evento, bem como a entrada de novas marcas, que devem estimular o segmento nesse final de ano”, diz Fermanian.

GRANDES LANÇAMENTOS

Triumph, Harley-Davidson, Yamaha, Traxx, Kawasaki, Honda, Dafra, BMW, Ducati, Polaris, Suzuki foram algumas marcas que fizeram seus lançamentos dentro do Salão Duas Rodas. A KTM e a Indian Motorcycle escolheram o evento para iniciar suas atividades no mercado brasileiro e mostrar seus produtos para os amantes das duas rodas.

Ao todo foram 400 marcas e 500 modelos de motocicletas apresentadas, sendo 40 lançamentos. Na Harley-Davidson, por exemplo, foi possível conhecer a primeira motocicleta elétrica da história da marca americana. Ela é um protótipo e ainda não está à venda, mas os visitantes do Salão puderam não só conhecer, mas também fazer um test ride “virtual” no modelo, por meio de um simulador. A Indian Motorcycle escolheu o Salão para mostrar os cinco modelos que serão vendidos no país: Scout, Chief Classic, Chief Vintage, Chieftain e Roadmaster.

Para quem curte grandes máquinas, a Kawasaki lançou a Ninja H2R, exclusiva para as pistas. A moto de 316 cavalos de potência só será vendida por encomenda. Já a Triumph apresentou no evento duas novas versões da Tiger 800, sendo a top de linha a XCa, que possui faróis de neblina de LED, bancos e manopla aquecidos, suporte lateral para malas e suporte para GPS. Na Honda foi possível conhecer a scooter que será vendida no Brasil a partir de 2016. O destaque foi a mecânica moderna, boa dose de tecnologia e estilo que mescla o moderno e o clássico e ainda marca a Honda no segmento de scooters de média cilindrada no país.

A chinesa Traxx apresentou, entre outros modelos, a cinquentinha Sky 125 Plus, equipada com motor 8,8 cv a 7500 rpm e torque de 0,96 kgfm. O câmbio rotativo e semiautomático não utiliza embreagem. O painel apresenta mostrador de marcha, hodômetro, marcador de combustível e indicadores de luz alta e neutro. Seu tanque comporta cinco litros. O modelo ainda é conceito e, em breve, entrará em linha de produção. A Yamaha revelou a inédita Factor 150, com motor flex e de uso urbano e utilitário. Também foi apresentada a nova geração da R1, com motor de 4 cilindros e 998 cc e capaz de render 200 cavalos de potência máxima. Outra novidade foi a MT-09 Tracer, baseada na naked MT-09, mas recebeu modificações para se tornar mais confortável e apta a viagens.

Já a BMW promoveu a estreia mundial de um modelo de baixa cilindrada no Salão Duas Rodas: o G 310 Stunt. Em São Paulo, ele aparece ainda como protótipo, mas a marca diz que a versão final será apresentada até o final do ano e que o modelo será produzido também em Manaus, provavelmente a partir do ano que vem. A Dafra revelou duas novidades: a Horizon 150, que estará em breve nas lojas, e substitui a Kansas, que teve produção encerrada; e uma scooter, segmento que a marca irá apostar mais forte nos próximos anos. A Ducati mostrou a Scrambler em várias versões: Urban Enduro, Icon, Full Throttle e Classic. Em todas as versões, a Scrambler conta com motor bicilíndrico de 803 cm³ e 75 cavalos, acoplado ao câmbio de seis marchas. O visual da Scrambler tem como referência o modelo dos anos 1960 e 1970. A KTM, maior fabricante de motos europeia, apresentou a 390 Duke e a 200 Duke, que logo chegarão ao mercado brasileiro. O Salão também foi o espaço ideal para acessórios, itens de segurança e muito mais.

*O Hi-Mundim foi ao Salão Duas Rodas a convite da Abraciclo