Novo Audi TT chega ao Brasil em duas versões


A Audi lançou nesta sexta, dia 15, o novo TT Coupé. Em sua terceira geração, ele chega ao mercado brasileiro em duas versões, Attraction e Ambition, ambas equipadas com motor 2.0 Turbo FSI, agora com 230 cv (19 a mais do que na geração anterior) e o câmbio S tronic com seis marchas e dupla embreagem. Os dois modelos trazem de série o Virtual Cockpit da Audi, um painel de instrumentos bem diferente.

A versão de entrada Attraction custa o mesmo valor da anterior: R$ 209.990,00 e a Ambition, por R$ 20 mil a mais, acrescenta Rádio MMI Plus com sistema de navegação, ar condicionado automático integrado nas saídas de ar, Audi Drive Select, Faróis Full Led, pacote de luzes e rodas de alumínio de 19 polegadas.

O motor turbo oferece torque de 370 Nm entre 1.600 e 4.300 rpm. Ele acelera o Coupé de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos, atingindo velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 250 km/h. A transmissão S tronic de dupla embreagem e seis marchas realiza trocas sem interrupções perceptíveis na tração e, em modo manual, pode ser controlada por palhetas no volante.

Na estrada, o cupê percorre até 12,7 quilômetros por litro e, na cidade, 9,9. A emissão de gás carbônico é de 123,8 gramas por quilômetro. A avaliação, chancelada pelo Inmetro, que leva em conta fatores como o peso do veículo e o coeficiente aerodinâmico – posicionou o TT na categoria “A”, considerado um carro eficiente no seu segmento no mercado brasileiro.

O primeiro Audi TT chegou ao mercado em 1998. A segunda geração foi lançada em 2006.

A versão Attraction tem faróis bi-xenon como equipamento de série. No TT Ambition, os faróis são inteiramente de LEDs. Com 4,18 metros, o Coupé tem, aproximadamente, o mesmo comprimento de seu antecessor. A distância entre eixos aumentou 37 mm, atingindo 2.505 mm, reduzindo os balanços dianteiro e traseiro. A largura é 1.832 mm e a altura é a mesma da versão anterior, 1.353 mm.

Quando o carro atinge 120 km/h, um spoiler se abre automaticamente na tampa do porta-malas para melhorar ainda mais a estabilidade do veículo. Todas as versões trazem duas grandes ponteiras de escapamento redondas, também inspiradas no TT original, um pouco mais ao centro do parachoque.

Carroceria: mais resistência com menor peso

O Audi TT de segunda geração já trazia uma carroceria Audi Space Frame (ASF – Estrutura Espacial Audi) feita de alumínio e aço. No novo TT, a Audi empenhou-se em levar seu princípio de construção híbrida ainda mais longe, aplicando cinco tipos diferentes de aço e três tipos de alumínio.

A estrutura inferior da carroceria do Coupé tem cargas otimizadas para cada eixo e é feita de modernas ligas de aço de alta e ultra-alta resistência. Nos pontos da célula de passageiros, sujeitos a maior tensão estrutural, são usados painéis de aço endurecidos na estampagem, que também possuem alta e ultra-alta resistência. Eles constituem 17 por cento do peso da carroceria. As seções laterais e o teto de alumínio completam a estrutura. O capô, portas e tampa do porta-malas também são feitos de liga de alumínio.

No conjunto, os engenheiros da Audi conseguiram, pela segunda vez, reduzir significativamente o peso líquido do Audi TT. Na primeira mudança, em 2006, foram eliminados até 90 kg. A versão do novo TT com motor 2.0 TFSI pesa apenas 1.230 kg, o que a torna aproximadamente 50 kg mais leve que o modelo anterior.

Revolução no painel

No interior,  conjunto de instrumentos e a tela MMI foram combinados para formar uma unidade digital central, o Audi Virtual Cockpit. Além disso, os controles do sistema de ar-condicionado são integrados às saídas de ventilação.

Visto de cima, o painel de instrumentos parece a asa de uma aeronave. As saídas de ar redondas – itens clássicos do TT – são inspiradas nos motores a jato, com seu design lembrando turbinas. As aberturas de ar contêm os controles dos sistemas de ar-condicionado. Os controles de temperatura, direção, distribuição e intensidade do fluxo de ar ficam no centro de cada um dos difusores. No sistema de ar-condicionado automático, de série na versão Ambition, o controle selecionado é indicado em pequenos mostradores digitais. O painel de controle horizontal fica sob as aberturas de ar, onde interruptores com design tridimensional ativam as luzes de emergência, o sistema Audi Drive-Select e as funções de assistência.

Os bancos esportivos do novo Audi TT têm apoios de cabeça integrados e estão posicionados mais baixos do que no modelo anterior. Confortáveis e oferecendo apoio lateral nas curvas, eles pesam cerca de cinco quilos a menos do que os oferecidos no modelo anterior.

O novo volante multifuncional, que possibilita operação total do sistema de navegação e configuração do carro e é item de série nas duas versões, tem aro de três braços com base plana e raios com detalhes em alumínio, além de oferecer a possibilidade de trocas de marchas pelos shift paddles. O airbag frontal do motorista ocupa 40 por cento menos espaço.

O porta-malas tem 305 litros de capacidade, 13 litros mais do que anteriormente, e pode ser ampliado pelo rebatimento dos encostos dos bancos traseiros.

O novo volante multifuncional, de série nas duas versões, permite ativar praticamente todas as funções do cockpit virtual sem tirar as mãos do volante. A segunda unidade de controle é o novo terminal MMI no console central. Duas teclas ativam os menus de navegação (opcional), telefone, rádio e mídia. O motorista pode escrever o destino usando o touchpad no topo do botão de pressão rotativo. Também é possível examinar listas e dar zoom em mapas. A estrutura do menu do MMI é semelhante às dos smartphones. Todas as funções importantes podem ser acessadas diretamente.

Em vez dos mostradores analógicos convencionais, o novo TT traz a bordo o Audi Virtual Cockpit. O motorista ainda pode optar entre dois modos de exibição: na versão clássica, o velocímetro e o conta-giros ficam em primeiro plano, enquanto no modo progressivo, os instrumentos virtuais são menores. Utilizando este modo, o sistema disponibiliza uma ampla área de tela para outras funções, como o mapa de navegação GPS (opcional na versão Attraction e de série na Ambition).

Com resolução de 1.440 x 540 pixels, a tela de 12,3 polegadas gera imagens precisas e brilhantes. Na borda inferior do Virtual Cockpit, os mostradores da temperatura exterior, hora e quilometragem são visíveis permanentemente. Símbolos de advertência ou informação também podem ser mostrados ali.

A direção progressiva é de série, cuja cremalheira é projetada para que a redução mude à medida que o volante é girado. O sistema dinâmico Audi Drive Select equipa a versão Ambition. Ele controla as características do motor e a assistência da direção. O motorista pode optar entre os modos comfort, dynamic e individual.

Preços:

Audi TT Attraction: R$ 209.990,00
Audi TT Ambition: R$ 229.990,00