Nas escarpas de Capitólio com o Carioca


Reza a lenda que o povo mineiro sempre sonhou em ter um mar pra chamar de seu. Poucos sabem, mas esse mar existe e está em Capitólio, cidade pequena com pouco mais de oito mil habitantes, conhecida como a ‘Rainha dos Lagos’  por ser repleta de cachoeiras e com o maior lago do estado,  que se tornou um dos maiores pontos turísticos de Minas Gerais.

Em Capitólio uma das atrações mais procuradas pelos turistas é o passeio pela represa de Furnas, mais conhecida como Mar de Minas. Suas águas cristalinas possuem 1.440km² de extensão e banham 34 municípios abrangendo parte do Sul e do Sudeste do Estado.

Para ver de perto as cachoeiras, os cânions e as piscinas naturais de Furnas, existem três meios: Lanchas, Escunas e Chalanas.

O Hi-Mundim embarcou na lancha do Carioca para se aventurar pelas águas da represa… O cenário é paradisíaco as imagens são de tirar o fôlego, fazendo com que o turista fique encantado a cada segundo.

O passeio de lancha tem duração de duas horas, com três paradas ao longo do trajeto – é cobrada uma taxa de R$ 50 reais por pessoa e a embarcação tem lotação máxima de dez passageiros.

A lancha desliza pelas águas verdes e cristalinas, são alguns minutos de navegação até a aproximação da primeira curva que nos revela o primeiro paredão de rochas, com cerca de 20 metros de altura, o Cânion do Tucano.

Ao longo do caminho somos cercados por cortinas rochosas, paredões cobertos de  vegetação e  desenhados por inúmeras fendas, algumas delas são maiores e dão origem a pequenas grutas.

Na Cachoeira do Diquadinha as pessoas saltam da lancha para se refrescar nas águas geladas de furnas. Porém àqueles que não se arriscam a pular da embarcação, também é possível tomar banho na cachoeira.  O turista pode se sentar na proa e o barco é levado bem embaixo da queda d’agua.

A terceira e ultima atração é a Lagoa Azul, um dos principais pontos do passeio. O que se vê são duas cachoeiras e uma parede de pedras, ali o barco encosta e todos se preparam para uma pequena escada entre as pedras. Ao subir nos deparamos com uma piscina de águas claras e rasas, variando nas cores dourada, verde e azul e, ao fundo, uma das mais belas cachoeiras do circuito.

Para os mais aventureiros o acesso à Lagoa Azul também pode ser feito através de uma trilha pela rodovia MG 050, ali turista paga uma taxa de R$ 10,00 por pessoa para a preservação ambiental do local.

Serviço

Lancha do Carioca
(037) 33731506 / (037) 99839252

 Texto: Danielle Terenci