Audi A3 Sportback a partir de R$ 94,7 mil


Dirigimos em São Paulo o Audi A3 Sportback. É equipado com motores 1.4 de 122 cv e 1.8 de 180 cv. Eles equipam as duas versões de cinco portas do compacto. Esta é a terceira versão do A3 Sportback no Brasil. A primeira chegou por aqui em 1996.

Hoje, para levar o modelo topo de linha para garagem é preciso desembolsar R$ 124,3 mil. Já a versão de entrada custa R$ 94,7 mil.

Aqui no Brasil, a Audi já comercializa a versão Sport, com duas portas, por R$ 115 mil. Na lista de lançamentos está o A3 sedã.

No mês de julho, a Audi divulgou que o A3 é o modelo mais vendido da marca. Oferecido em 117 países, chegou a 3 milhões de unidades produzidas em 17 anos de mercado.

O que mudou no Audi A3

Nesta nova versão, tudo diferente. Na dianteira, faróis de xênon plus, com luzes diurnas em LED e ajuste automático de altura. Na traseira, luzes bipartidas, disponíveis com tecnologia LED.

A luz de freio adaptativa, que pulsa em alta frequência durante uma frenagem mais intensa, é de série.

Maior que a versão anterior, tem comprimento (4.310 mm), largura (1.785 mm) e altura (1.425 mm). A distância entre-eixos agora mede 2.636 mm, um aumento de 58 milímetros. São 35 milímetros a mais em relação a versão de três portas Sport.

No interior, mais mudanças. O console central agora é horizontal. Com isso, ficou mais fácil o acesso aos comandos.

Também no console central, está localizada a unidade de comando central (MMI Navigation Plus com MMI Touch). Ele tem painel de controle táctil integrado e botão de pressão e rotativo para acesso mais intuitivo às funções disponíveis.

Este sistema oferece ao motorista uma maneira de controlar as funções de navegação e do telefone, além de permitir “escrever” letras ou números com um simples toque e movimento do dedo. A tela colorida de sete polegadas se eleva eletricamente.

O freio de estacionamento agora é um botão – solução proveniente dos modelos maiores da marca. O volante, dependendo da versão, pode ter três ou quatro raios, teclas multifuncionais e shift-paddles.

O ar-condicionado é de série nas duas versões, sendo que o da versão 1.8 é de duas zonas. O compartimento de bagagem oferece 380 litros de capacidade na configuração básica e 1.220 litros com os bancos rebaixados.

O comando de voz agora é em português (brasileiro). Nos sistemas anteriores, era preciso soletrar os nomes das cidades, por exemplo.

Motorização

Esta terceira versão do A3 conta com o sistema start-stop. Além disso, injeção direta de combustível, turbo e gestão térmica.

Graças às inovações, o consumo foi reduzido, em média, cerca de 10% em comparação à versão anterior. São duas opções de motores a gasolina TFSI.

O novo motor 1.4 TFSI, que agora também possui bloco de alumínio, pesa apenas 107 kg – 21 a menos que seu antecessor. A unidade produz 122 cv de potência e 200 Nm de torque máximo.

Com câmbio S tronic de dupla embreagem, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 9,3 segundos – com velocidade máxima de 203 km/h.

Já o novo motor 1.8 TFSI a gasolina – que combina injeção direta FSI com injeção indireta multiponto; além do sistema Audi Valvelift, que varia a elevação das válvulas – produz 180 cv de potência e 250 Nm de torque.

O coletor de escape está integrado à cabeça dos cilindros – uma solução semelhante a utilizada no motor 1.4.

Equipado com transmissão S tronic e tração dianteira, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 7,3 segundos e tem velocidade máxima de 232 km/h.

O consumo médio é de 17,85 km/litro, correspondente a 130 gramas de CO2 por km.

A Audi pretende expandir rapidamente a gama de motores para o Audi A3 Sportback. Deverá incluir um modelo S de alta eficiência e baixas emissões e uma opção de um motor a gás e um veículo híbrido e-tron, em 2014.

Câmbio

Ele vem equipado com câmbio S tronic de sete velocidades com dupla embreagem, extremamente rápida e com engates precisos e quase imperceptíveis.

O motorista pode operar o câmbio S tronic por meio de alavanca ou shift-paddles no volante. Quando combinado com o Audi Drive Select (de série na versão 1.8), o veículo pode ser operado no modo Eficiência, que permite redução de consumo de combustível.

Neste caso, o modo de “roda livre” da caixa S tronic também é ativado, o que significa que a embreagem é automaticamente liberada quando o condutor levanta o pé do pedal de acelerador, poupando, assim, combustível.

A direção assistida eletromecânica é sensível e eficiente. O modelo 1.4 vem equipado com rodas de 16 polegadas e o 1.8 com rodas de 17 polegadas, ambas com design atrativo.

Quando equipado com Audi Drive Select, o motorista decide o modo de condução e características do acelerador, direção assistida e câmbio S tronic apertando um botão e optando pelo modo Conforto, Auto, Dinâmico, Individual ou Eficiência.

O novo Audi A3 Sportback vem com airbags frontais e para o joelho do condutor e airbags laterais dianteiros de cabeça.

Na estrada com o A3 Sportback

O Hi-Mundim testou o novo A3 Sportback em um percurso de cerca de 130 quilômetros, em trechos urbanos e em rodovia. Dirigimos o modelo equipado com motor 1.8 turbo, pelas rodovias Anhanguera e dos Bandeirantes, em São Paulo.

O veículo segue o padrão de eficiência e construção da marca alemã. Oferece muito refinamento em seu interior, além de um propulsor muito potente. Tem acelerações e retomadas cheios de força, sem decepcionar o motorista. O isolamento acústico é outro ponto positivo.

A alavanca do freio de mão, que deu lugar ao botão. Isso deixou o modelo mais sofisticado. Nesta versão, com transmissão S Tronic de 7 velocidades (a anterior tinha 6), administra a potência do motor de acordo com a necessidade do motorista.

Maior, o hatch premium surpreende também no espaço interno. Totalmente novo, o A3 Sportback tem tudo para continuar “vitorioso” em vendas no segmento.

Preços

Audi A3 Sportback 1.4 TFSI S tronicR$ 94.700,00
Audi A3 Sportback 1.8 TFSI S tronicR$ 124.300,00