Dicas para a sua 1ª viagem ao Chile

La Chascona, uma das casas de Pablo Neruda no Chile (Foto: Hi-Mundim)
La Chascona, uma das casas de Pablo Neruda no Chile (Foto: Hi-Mundim)

Vinho, gastronomia, neve, museus e bairros charmosos. O Chile oferece diversas opções de turismo.

Você está planejando a sua primeira viagem ao Chile e não sabe o que incluir no roteiro?

Uma dica é começar por Santiago, capital chilena. Metrópole cosmopolita e multifacetada, certamente irá te surpreender.

Com a alta do dólar, destinos na América do Sul mostram-se cada vez mais atrativos para os turistas brasileiros que desejam viajar para o exterior.

E o Chile pode ser uma boa escolha para quem procura um roteiro diversificado.

A revista National Geographic classificou a cidade em 12º lugar entre 21 destinos não tradicionais para visitar.

De acordo com a publicação, seus atrativos centros de esqui, somados a bairros charmosos e arte de rua, fazem de Santiago uma visita obrigatória em qualquer época do ano.

E o Chile foi eleito o destino número 1 no Best In Travel 2018 do guia de viagem Lonely Planet.

Cerro San Cristóbal é parada obrigatória para quem visita Santiago e perfeito para quem está hospedado no Bairro Bellavista (Foto: Hi-Mundim)

Além da própria cidade, cheia de atrações, seus arredores são repletos de destinos interessantes, todos muito próximos.

Entre eles, vinícolas premiadas e estações de esqui.

Pesseios pelo Chile

Sky Costanera

O Sky Costanera e a Cordilheira dos Andes (Foto: Divulgação)

Contemple a vista da cidade no mais alto mirante da América Latina, a 300 metros de altura. A entrada da atração é pelo shopping Costanera Center. O mirante encontra-se no 61º andar do edifício. A melhor experiência é num fim de tarde de dia claro, quando o sol poente ilumina a Cordilheira do Andes. O passeio custa entre $10 mil e $20 mil pesos chilenos (entre R$59 e R$118 – câmbio de 31/07/2018). Saiba mais aqui.

Centro Artesanal Los Dominicos

Você curte artesanato e não deixa de comprar lembrancinhas? Então o seu lugar em Santiago é o Los Dominicos. O lugar é pouco conhecido pelos turistas e reúne muito artesanato e também gastronomia.

Centro Artesanal (Foto: Hi-Mundim)

Fica no Parque Los Dominicos, em um pequeno povoado, no fim da avenida Apoquindo. É bem pertinho da Cordilheira dos Andes.

A feira artesanal funciona dentro do povoado e tem cerca de 150 lojas.

Local é pouco conhecido pelos turistas (Foto: Hi-Mundim)

Tem bolsas, roupas, quadros, doces, mel, peças em couro e em madeira, esculturas, pinturas. Tem ainda panelas de cobre, jóias de Lápis-Lazúli (pedra famosa por lá), ervas medicinais e plantas chilenas. Os preços são bem razoáveis.

Os local é agradável e simples, com muitas árvores. Além das compras, é possível saborear a comida típica chilena, como as empanadas assadas em forno a lenha e o pastel de choclo.

No verão, funciona de outubro a abril, de terça a domingo, das 10h30 às 20h. No inverno, abre de maio a setembro, de terça a domingo, das 10h30 às 19h.

La Chascona – Uma das casas de Pablo Neruda

Na estrada o La Chascona; não é permitido fazer fotos dentro do museu (Foto: Hi-Mundim)

Não dá para ir ao Chile e não conhecer uma das casas do poeta Pablo Neruda. É como deixar um pouquinho da história do país de lado. Ganhador do Prêmio Nobel de Literatura, Neruda deixou como patrimônio a seu país três casas-museus, com lindos objetos e poesias que, juntos, narram um pouquinho de sua história.

Café no La Chascona (Foto: Hi-Mundim)

La Chascona, uma das três casas, fica na capital Santiago, localizada aos pés do Cerro San Cristóbal, no bairro Bellavista. O Hi-Mundim já esteve lá e conta mais aqui.

Centro Histórico

O Centro Histórico de Santiago é repleto de praças e museus, contemplado por uma arquitetura que mescla tradição e modernidade.

Plaza de Armas (Foto: Hi-Mundim)

Na tradicional Plaza das Armas encontra-se a Catedral Metropolitana, o Museu Histórico Nacional e o Museu de Arte Pré-colombiano. Cada ruazinha é uma descoberta: charmosas cafeterias, lojas e feirinhas de artesanato adornam o caminho até os museus e praças. Um passeio imperdível é a Troca da Guarda no Palácio La Moneda.

Estátua de Salvador Allende, em frente ao Palácio La Moneda, onde foi morto em 1973. Allende foi o primeiro socialista a ser eleito presidente no mundo (foto: Hi-Mundim)

Wine Tour

No Chile, conheça as vinícolas (Foto: Hi-Mundim)

É fato! O vinho chileno está entre os mais apreciados do mundo. Aproveite sua ida a Santiago e dê uma esticadinha até as vinícolas mais próximas da capital para contemplar belas paisagens, conhecer o processo de produção e degustar bons rótulos.

No meio da vinícola (Foto: Hi-Mundim)

É possível visitar mais de uma vinícola por dia, pois há opções de pacotes em agências e operadoras com visitas pela manhã e à tarde.

Entre as vinícolas mais próximas a Santiago, possíveis de se realizar em um passeio bate e volta, destacam-se: Concha Y Toro, Cousino Macul e Santa Carolina.

Valle Nevado

Santiago é contemplada por ter nada menos do que a Cordilheira dos Andes como seu pano de fundo, já que, geograficamente, a cidade fica localizada aos pés da cadeia de montanhas. Durante o inverno, a cordilheira fica coberta de neve e as estações de esqui repletas de turistas e esportistas que desejam se aventurar nas pistas.

Valle Nevado

A aproximadamente 90 minutos da capital (60 km) encontra-se o Valle Nevado Ski Resort. Maior centro de esqui da América do Sul, é uma atração para quem deseja conhecer a Cordilheira, tanto no verão quanto no inverno.

Tendo sua base situada a 3.000 metros de altitude, no verão o complexo oferece a suas visitantes atividades ligadas aos esportes de aventura, como trekking, mountain bike, cavalgada, além do passeio de teleférico e observação de condores, as aves típicas dos Andes.

No inverno, os turistas têm à disposição a maior estrutura de neve do Chile, com capacidade para hospedar mais de 800 pessoas, 44 pistas de todos os níveis, 15 teleféricos, 6 restaurantes, 6 bares, 8 condomínios de apartamentos, spa, fitness center, piscina aquecida, escola de esqui para adultos e crianças.

Com